• denuncias
  • peticionamento
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • TAC Le Postiche
    • prefeitura maceio
    • Usina Grupo Toledo
    • Mediacao MPT Fox Terceirizacao
    • Verbas rescisorias
    • Rede de lojas Le Postiche firma acordo se obrigando a cessar de imediato a prática de revista íntima
    • Instalação de ponto eletrônico no Município de Maceió será concluída até o final deste ano
    • PTM em Arapiraca obtém liminar na Justiça do Trabalho contra Usina Paisa
    • Mediação do MPT garante pagamento de salários atrasados a trabalhadores de empresa terceirizada
    • Oscip Tocqueville e município de Maceió são condenados a pagar dívidas de contratos trabalhistas

    Rede de lojas Le Postiche firma acordo com o MPT se obrigando a cessar de imediato a prática de revista íntima

    Maceió/AL – A rede de lojas Le Postiche em Maceió e Arapiraca firmou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT), no dia 05 de agosto, com o objetivo de coibir a prática de revista íntima em seus locais de trabalho. A prática é caracterizada como toda e qualquer revista que importe em contato físico do trabalhador ou exposição de seus objetos pessoais, como bolsas, sacolas e mochilas.

     Imprimir 

    PTM em Arapiraca obtém liminar na Justiça do Trabalho contra Usina Paisa

    Arapiraca/AL – O juiz do Trabalho André Antônio Galindo Sobral, da Vara do Trabalho de Penedo, concedeu sentença liminar após o Ministério Público do Trabalho em Alagoas ajuizar Ação Civil Pública contra a usina Penedo Agroindustrial S.A. (Paisa) pelo não pagamento de verbas rescisórias, férias e atraso no pagamento do salário de seus empregados. A usina Paisa pertence ao Grupo Toledo, juntamente com as usinas Capricho (Cajueiro/AL), Sumaúma (Marechal Deodoro/AL) e Ibéria (Borá/SP).

     Imprimir 

    Oscip Tocqueville e município de Maceió são condenados a pagar dívidas de contratos trabalhistas

    Maceió/AL – O juiz Cícero Alanio Tenório de Melo, da 10ª Vara do Trabalho, condenou, em primeiro grau, a Oscip Tocqueville e o Município de Maceió a realizarem o pagamento das verbas rescisórias dos empregados demitidos após a extinção do Termo de Parceria mantido entre a oscip e o município, até o início de 2013. Cerca de mil trabalhadores que prestaram serviço à Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e à Secretaria Municipal de Educação (Semed) foram prejudicados, por terem sido demitidos pela Oscip Tocqueville.

     Imprimir 

    • banner pcdlegal
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner cnmp
    • banner radio
    • banner videos
    • banner podcast
    • banner trabalholegal